UMA ESTRANHA DESCOBERTA

 UMA E S T R A N H A     D E S C O B E R T A

 

Que se saiba, em 1933 alguns Cientistas descobriram uma estranha mosca de pelos amarelos, e pela segunda vez em 1948. Desde então, seis expedições científicas deslocaram-se a um sítio, entre as cidades de Thika e Carissa, para verem se conseguiriam encontrar a tal mosca. Pois, a dita mosca tem cerca de um centímetro de comprimento, e até o momento apenas fora encontrada numa rocha de cerca de 20 metros de altura, a mosca denominada  » Mormotomya Hirsuta  » que assemelha mais a uma aranha do que uma mosca, devido às suas pernas peludas, segundo os tais Cientistas. Recentemente os Cientistas no Quénia, encontraram uma das moscas mais raras e de aparência mais estranha até esta conhecida no mundo, após uma larga busca do tal insecto, conhecido como a  » terrível mosca peluda . » – Ela se reproduz em fezes de morcegos e pensa-se que ela só consegue viver em buracos húmidos, plenos de morcegos, e em rochas isoladas nos montes Ukazi. Os seus olhos são minúsculos, as asas não funcionam e parecem alças de cinto. O eminmente pesquisador, Sr. Roberto Copeland, o competente investigador no Centro Internacional de Fisiologia e Ecologia de Insectos em Nairóbi, revelou que a aparência física da dita mosca , deixou um pouco perplexo os Cientistas, em relação ao lugar que ela ocupa na Ordem dos Dípteros, ou moscas verdadeiras. Numa curta declaração, os Cientístas afirmaram:  » Colectamos espécimes novos, para submete-los à análise molecular, para vermos onde realmente a  » terrível Mosca Peluda  » poderá ser enquadrada no processo da evolução. As tais moscas são desprovidas de tentáculos, para poderem agarrar-se a outros animais, e para se deslocarem de um local para outro. Devido as suas longas pernas, é possível que apenas elas consigam a se agarrar a um morcego, para se deslocarem. Até então ela jamais fora vista em qualquer outro lugar do Planeta. Que se sáiba, a Mormotomya Hirsuta é o único espécimen de sua família , e é até possível que ela apenas se encontre nas rochas do Quénia.

Porém, agora pergunto, será que os tais Cientistas ou outros já visitaram outros pontos da Africa, das Américas ou da Ásia, para afrimarem que as tais moscas apenas se encontram no Kénia? Pois, duvido. Em Cabo Verde, existe um mosca que apenas vive apegada aos cavalos e às vacas, que é conhecida como sendo mosca de cavalo ou mosca de vaca, e elas possuem as pernas longas, são peludas e nunca realmente voam.

Também sabemos que na vasta floresta amazónica existem muitos animais que até esta são desconhecidos dos cientistas, por ser que nunca ninguem conseguiu visitar todos os recantos do Amazônia e do Globo.

Porém, a cada um deixo a sua justa apreciação.

 

 

                                                                                                                        *        *        *        *       *

 

 

Sinceramente sou,   O   PUPILO    DAS    MUSAS

Laisser un commentaire